Carrinho de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

27/04/2021

Malvada: banda chuta o preconceito com rock and roll e cerveja

Se tem dois segmentos onde o machismo ainda impera, principalmente aqui no Brasil, são o rock and roll e quando o assunto é cerveja. A banda Malvada demonstra que não veio para brincar e o quarteto paulista, formado exclusivamente por mulheres, Malvada: atitude, rock and roll e cerveja está afim de quebrar preconceitos.

A participação da vocalista Angel Sberse no programa global The Voice Brasil chamou a atenção para o quarteto formado ainda por Bruna Tsuruda (guitarra), Ma Langer (baixo) e Juliana Salgado (bateria). Mas, as paulistas não se contentam com o destaque de sua frontwoman e aceleram a gravação de seu primeiro álbum em um estúdio localizado na cidade de Santo André, no ABC paulista. “Gostamos de trabalhar e queremos mesmo mostrar um trabalho de muita qualidade”, avisa Juliana.

Como se não bastasse, a Malvada se antecipou e lançou uma linha de cervejas artesanais juntamente com o primeiro single intitulado “Mais um Gole”. A aposta foi nos estilos Belgian Golden Ale, Red Ale (com maltes Chocolate e Whisky) e uma tradicionalíssima IPA (India Pale Ale). “Como boas apreciadoras de cerveja, provamos todas as opções até chegarmos nas nossas três finalistas”, afirma Bruna.

Paty Sigiliano é sommelier de cervejas e apaixonada por rockAs cervejas são desenvolvidas pela The Pub Beer, que tem foco especial no segmento rock e desenvolve os rótulos de bandas como Dr Sin, Krisiun, Viper, Plebe Rude e Ultraje a Rigor. “Cada vez mais as mulheres vêm ganhando espaço e no ramo de cerveja não é diferente. Lançamos e apostamos muito na Malvada”, afirma Pablo Capuano, diretor da empresa.

Segundo Paty Sigiliano, sommelier de cervejas e apaixonada por rock and roll, o sexo feminino vem realmente surpreendendo e conquista a cada dia mais espaço onde o assunto é essa bebida. “Tenho grandes amigas trabalhando no mercado cervejeiro e algumas são sommeliers muito renomadas”, ressalta. Porém, Paty é comedida na hora de comemorar, afinal, apesar da quebra de barreiras, segundo ela, o preconceito e o machismo ainda imperam, tanto no rock, quanto no mercado cervejeiro. “Quando eu chego para dar um treinamento sobre cerveja tem muita gente que ainda estranha e, muitas vezes, a gente ainda sofre assédio”.

Angel faz coro com a sommelier e defende uma maior participação delas nesses universos predominantemente povoados pelos homens. “Lugar de mulher é onde ela quiser! Tomando a sua cerveja curtindo e tocando um rock and roll. Então, pega logo uma e desce Mais um Gole. De preferência uma IPA, forte como nós somos”, brinca a vocalista citando um trecho do primeiro single e a cerveja preferida.

Capuano afirma que, assim que for lançado o début álbum da Malvada, mais um rótulo chegará às prateleiras trazendo a capa do disco e avisa que, em breve, o mercado cervejeiro ganhará mais uma linha de brejas de uma banda formada exclusivamente por mulheres. “Em maio tem mais um lançamento. Uma galera que está ganhando o mundo tocando pesado e que tem muito a brindar com a nossa cerveja”.